Dicas e Curiosidades Listas Saúde e Bem-Estar

Deu certo! 10 segredos pro seu bebê largar a chupeta!

Ainda que a chupeta seja considerada útil e uma das primeiras maneiras que os pais buscam para fazer a criança parar de chorar, o seu uso contínuo pode acarretar em diversos problemas futuros.

Todos esses problemas são com relação à formação dos dentes e gengivas: o uso prolongado da chupeta pode alterar a arcada dentária, em alguns casos para muito fechada ou muito aberta, pode favorecer o desenvolvimento da chamada mordida cruzada, pode empurrar os dentes incisivos para frente e, por fim, prejudicar o formato do céu da boca.

Com esse aglomerado de problemas possíveis, é importante que os pais fiquem atentos e priorizem o abandono da chupeta por parte da criança. Mas, em se tratando de costume, isso não é uma tarefa fácil. Principalmente por coincidir com o período em que a criança utiliza o choro como método de reclamação.

Sendo assim, para todos que precisam remover o uso da chupeta da criança e não sabem como fazê-lo, seguem abaixo uma lista com 10 métodos para a criança largar a chupeta.

10 segredos pro seu bebê largar a chupeta
10 segredos pro seu bebê largar a chupeta

1 – Mudanças gradativas

Não tenha pressa para acabar com o uso da chupeta de uma vez só. Tente ir retirando aos poucos;

2 – Retirar o prendedor

Se a chupeta possui o prendedor, ele deve ser o primeiro a sumir. Isso evita que a criança se acostume a ter sempre a chupeta por perto;

Você também vai gostar:

3 – Marcar um “Dia D”

Combinar uma data com a criança para o abandono da chupeta pode se transformar em um evento simbólico (uma mudança de fase). Vincular essa data a uma festividade ou data comemorativa, como um aniversário, pode ser ainda mais marcante para o pequeno;

4 – Não tente transformar a chupeta em algo ruim

Não utilize pimentas ou outro sabor forte para incitar o desuso. Isso pode ter consequências ruins: primeiro, a criança deve deixar de utilizar a chupeta por ela própria, segundo, mesmo em poucas doses, algum desses ‘sabores’ pode fazer mal para a criança;

Não tenha muitas opções de chupetas
Não tenha muitas opções de chupetas

5 – Não tenha muitas opções de chupeta

Muitas opções facilitam o acesso. Com apenas uma chupeta disponível, algumas limitações podem ser postas e explicadas para os pequenos, por exemplo: “quando a chupeta cair no chão, ela só pode ser reutilizada quando lavada”;

6 – Converse com a criança sobre:

Não basta dizer simplesmente que “não pode”

7 – Negocie com a criança e explique os motivos da proibição naquele momento

Um exemplo prático: após uma noite de sono, quando a criança acordar sem a chupeta, é possível mostrar que ela já não precisa mais do acessório;

8 – Insista

Dificilmente a criança aceitará na primeira tentativa, pois já se trata de um costume. Não desista;

Explique o motivo da proibição da chupeta
Explique o motivo da proibição da chupeta

9 – Negociar as situações em que a chupeta pode ser utilizada

Limitar a utilização criará condições para o uso;

10 – O clássico “tire a chupeta para falar”

Com o tempo, a prática fará com que a criança se acostume a removê-la antes de falar;

Veja também:

Bônus: não volte atrás!

Depois de tomada a decisão, não retorne com o uso, ou todo o trabalho realizado será perdido e a criança poderá colocar as condições em descrédito. Por isso, tenha paciência.

Deixe seu comentário

comments

Deixe um comentário