Comportamento Infantil Dicas e Curiosidades Educação Saúde e Bem-Estar

Saiba como ajudar o filho a entender a chegada do irmão caçula

irrmao-cacula

Ter um filho é uma das maiores experiências que um casal pode ter. A chegada do bebê muda completamente a vida, a rotina e todas as prioridades da vida adulta, tendo um novo foco e uma nova trajetória a seguir. Com o tempo, os pais de primeira viagem comumente retornam a essa caminhada, quando decidem ter o segundo filho.

irrmao-cacula

A chegada do irmão caçula, no entanto, pode ser totalmente diferente da primeira experiência. Ainda que esses pais já saibam como lidar com o bebê pequeno, a presença de um irmão mais velho, que durante toda a sua vida teve toda a atenção exclusivamente voltada para ele, faz dessa fase uma etapa inédita.

A presença do irmão caçula comumente faz com que o irmão mais velho se sinta enciumado (muitas vezes com razão), agora que todas as atenções da casa, e da família, são para o novo membro. Mesmo com esse comportamento comum, os pais podem (e devem) agir para minimizar essa situação, evitando que a criança mais velha sofra com esse sentimento de diferença.

irmao-cacula

O trabalho, no entanto, começa antes do nascimento, às vezes, até antes da gravidez. O diálogo com os filhos é o principal meio para fazê-lo compreender acerca do seu papel como irmão mais velho. Questionar a criança sobre a presença de um irmãozinho, mostrar as vantagens e responsabilidades que os irmãos mais velhos possuem é uma maneira de esclarecer que ambos possuem um lugar importante na família.

O irmão mais velho, por natureza, acaba sendo o exemplo, aquele que vai poder ensinar o irmão caçula. Essa posição dá responsabilidade e um sentimento mais importante para o primogênito e, as tarefas de responsabilidade, ter que cuidar da mamãe grávida, ajudar o papai com os afazeres e proteger o irmão mais novo são sentimentos que enobrecem e engrandecem a participação.

Você também vai gostar de:

 

Antes do nascimento do irmão caçula, os pais devem trabalhar esse papel de irmão, mas não podem deixar de lado quando o novo bebê chegar. A euforia e alegria do novo bebê é contagiante e os cuidados para com ele também são todos direcionados. É neste momento que os pais devem resgatar e ressaltar o que foi construído durante a gravidez. Com o irmão caçula, é a hora dos pais relembrar o combinado, é agora que o irmão mais velho precisa desempenhar seu papel.

Os pais, neste momento, devem ser os mais ponderados. Ainda que o irmão mais velho tenha “responsabilidades”, ele continua sendo uma criança carente de atenção. Se a mudança de brincadeiras, contar histórias e todos os momentos antes comum da criança forem abandonados bruscamente pelos mais, com certeza isso abalará o filho mais velho.

irmao

A presença do bebê de colo com certeza mudará a rotina, mas o tempo para a atenção do filho deve existir. A principal ação é realmente dividir a atenção. Se os pais mudarem totalmente o foco, o filho mais velho será o primeiro a sentir e, como reposta, pode culpar o irmão caçula por isso.

Muitas mamães e papais indicam algumas ações simples de participação, confira:

Na hora do aleitamento, convidar o irmão mais velho para assistir e, se possível, ajudar, explicando que ele também já passou por aquela fase;

Em tarefas simples, como troca de fralda, preparação de banho, pedir para que a criança participe como: pegar uma mamadeira, uma fralda, fechar uma janela ou escolher qual é a melhor roupa;

Na hora de dormir, contar histórias pode ser uma ação grupal. Todo mundo pode participar e, dependendo da idade, os pais podem pedir para o irmão velho contar a história para irmão caçula;

Nunca deixar a criança de lado, principalmente na “presença” do menor. Se a mãe não puder dar atenção para o irmão mais velho, durante o aleitamento, por exemplo, o pai pode chamar o mais velho para brincar ou se entreter com outras coisas.

Deixe seu comentário

comments

Deixe um comentário