Dicas e Curiosidades Educação

Aprenda como funciona a disciplina positiva

A disciplina positiva é um método moderno para educar as crianças através de uma nova perspectiva sobre a punição.

Diferente da criação das gerações anteriores, onde o castigo e repreensão são as ações imediatas frente às transgressões dos pequenos, a disciplina positiva visa explicar para a criança as consequências dos seus atos, focando na compreensão e necessidade da mudança de seus atos.

De modo simplista, a disciplina positiva abre mão do castigo como método de aprendizagem. Ainda assim, a falta de método punitivo, não significa que se trata de uma maneira ‘permissiva’ de educar a criança. Pelo contrário, essa disciplina tem como principal fundamento o esclarecimento das consequências de atos transgressores.

Neste método, os atos são vistos como oportunidades para apresentar o aprendizado positivo para as crianças. As más atitudes podem ser desde uma malcriação para com os pais ou familiares, como a desobediência em tocar algo não permitido, até uma agressão física – uma pequena briga com outra criança.

Veja também:

As gerações passadas cresceram através do método que impõe o castigo como resposta imediata a uma atitude considerada errada. Segundo os estudos da Disciplina Positiva, castigos ou repreensões mais bruscas como a famosa ‘palmada’ educadora, na verdade, pode acabar em resultados diferentes dos almejados, como o prolongamento do comportamento inadequado e a incompreensão por parte da criança, muitas vezes com marcas até a vida adulta. Neste novo método, a punição dá lugar a novas práticas.

Na disciplina positiva a punição dá lugar a novas práticas
Na disciplina positiva a punição dá lugar a novas práticas

Uma criança que agride outra, independente do motivo, não deve receber uma punição física ou verbal, mas, sim, ser orientada através de um esclarecimento com o porquê de agredir outra pessoa estar errado. O foco é mostrar, desde cedo, que o respeito pelos outros é algo que melhorará a sua vida em termos de convivência. Ao mesmo tempo, no método, uma agressão deve ficar clara para a criança em como aquilo irá afetar a vida de ambos (o agressor e o agredido). Esta ação visa ensinar para a criança o valor da empatia e do respeito para um convívio, além de mostrar que toda ação feita por ela é sua responsabilidade e terá consequências.

Ao mesmo tempo, nem todas as medidas podem ser aplicadas unilateralmente. Bebês ou crianças mais novas não entenderão qualquer explicação sobre consequências de seus atos. Entretanto, é possível que, em resposta a um choro de bebê que deseja muito algo, o adulto venha a retirar o objeto de desejo da vista da criança, ao invés de entregá-lo para que se encerre o choro.

Você também vai gostar:

Além desses benefícios de formação pessoal, a disciplina positiva também trabalha a liberação da mente da criança para, quando ela vier a se tornar um adulto, que seja uma pessoa mais criativa. Sem a punição, a aprendizagem de lidar com a adversidade pode torná-la um adulto mais ousado, sem medo de consequências de uma decisão. Ao mesmo tempo em que é trabalhada a autoestima, com situações em que a criança deve merecer algo para obter resultado. Quando ela o obtém, significa que foi merecedora.

Deixe seu comentário

comments

Deixe um comentário