Dicas e Curiosidades Diversão Educação

5 tipos de brincadeiras que as crianças devem praticar

novonovo

É hora de brincar. Como os pais veem esse momento? Brincadeiras infantis são geralmente divididas em 5 categorias, sendo elas: brincadeiras físicas, simbólicas, de “faz de conta”, com objetos e jogos com regras.

Pesquisadores indicam as brincadeiras como sendo uma das maiores conquistas da espécie humana, ao lado da linguagem, tecnologia e cultura. E a verdade é que sem diversão, nenhuma das outras conquistas seria possível.

É importante que as crianças brinquem desde o momento de seu nascimento.

As categorias das brincadeiras são as seguintes:

Brincadeiras físicas: são a forma mais básica. Envolve atividades que ajudam a desenvolver a coordenação motora da criança. Quando pulam, sobem, dançam, deslizam, andam de bicicleta ou jogam bola, eles envolvem a si mesmas em exercícios ativos e isso faz com que a criança aprimore suas habilidades motoras.

Para brincadeiras ao ar livre, são recomendadas roupas infantis que deem liberdade aos movimentos dos pequenos.

Brincadeiras com objetos: praticamente toda criança irá pegar qualquer objeto ao seu redor e começará a brincar. Enquanto brincam com objetos, as crianças começam a entender como diferentes objetos reagem e se comportam. Investir em brinquedos infantis é uma ótima ideia para aumentar o escopo de atividades.

Crianças entre a idade de 18 a 24 meses, se tornam mais envolvidas com a organização e ordenação das coisas. Pelos 4 anos, construção é a atividade mais realizada pelos pequenos.

Brincadeiras simbólicas: refere-se geralmente às atividades que incluem a linguagem, leitura, escrita, desenho e música. Você já se perguntou como as crianças aprendem a falar? Crianças começam a brincar com os sons antes dos seis meses de idade.

Quando elas crescem um pouco mais já estão brincando com os sons ouvidos ao seu redor. Elas brincam com a linguagem de forma ativa no processo de aprendizado de novas palavras e em atividades envolvendo rimas.

As brincadeiras simbólicas ajudam as crianças a desenvolverem suas habilidades de expressão e reflexão de suas experiências, além das emoções.

Brincadeiras de “faz de conta”: essas brincadeiras envolvendo a imaginação são as mais presentes na infância. O “faz de conta” está presente na vida dos pequenos mesmo antes de seus 9 meses e continua até os 8 anos de idade de forma muito ativa.

A Boutique Infantil conta com roupas infantis de super-heróis e também roupas infantis da Disney.

Você alguma vez já viu uma criança pegando por exemplo, uma pedra, e brincando com ela como se a mesma fosse um carro ou brincando de boneca imaginando ser uma princesa?

As crianças brincam e aprendem usando a imaginação. Você irá se divertir ao ver que uma simples caixinha pode ser um foguete espacial, castelo, forte ou muito mais para as crianças.

Durante as brincadeiras de “faz de conta”, as crianças são obrigadas a seguirem certas regras sociais relacionadas aos personagens que estão interpretando. Enquanto fazem isso, elas desenvolvem habilidades sociais, emocionais e cognitivas.

Jogos com regras: desde muito jovens as crianças têm interesse em jogos com regras e de vez em quando, elas inventam jogos com suas próprias regras. Isso inclui brincadeiras físicas como esconde-esconde, pega-pega ou outras brincadeiras de perseguição. Conforme a criança fica mais madura, elas se envolvem com os jogos de tabuleiro, jogos eletrônicos, jogos de computador, esportes e jogos de cartas.

Brincando de jogos que possuem regras, com amigos e família, elas aprendem muitas habilidades sociais como partilha, revezamento e entendimento de outras perspectivas.

Enquanto para nós, os brinquedos infantis são meramente coisas de plásticos, para elas, podem ser sua companhia, prêmios e às vezes, até mesmo seu professor ou um objeto de inspiração.

A hora de brincar pode parecer apenas um momento de descontração, porém para as crianças, é um momento de reflexão, aprendizado e desenvolvimento, o qual não deve ser retirado dessa linda época da vida chamada infância.

Você também pode gostar:

Deixe seu comentário

comments

Deixe um comentário