Educação Saúde e Bem-Estar

O mal do século: como saber se meu filho tem TDAH?

deficit-de-atencao

O TDAH – Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade é uma doença caracterizada como síndrome (conjunto de sintomas e comportamentos), entre eles: agitação, esquecimento, distração, dificuldade de entendimento e mais.

deficitdeatencao

O problema afeta adultos e crianças, nos pequenos, a incidência é de 6% prejudicando bastante o comportamento infantil e o processo de desenvolvimento. A causa do TDAH está relacionada à disfunção nas áreas do córtex central.

Leia também:

Os pais e educadores costumam ter bastante dificuldade para identificar a síndrome, uma vez que a maioria dos profissionais de docência no Brasil não tem conhecimento e treinamento o suficiente para notar o TDAH nas crianças. E, além disso, como a doença tem traços de agitação e falta de atenção, muitos educadores e os próprios pais acabam confundindo o problema de saúde com desobediência e indisciplina comuns ao comportamento infantil. Por essa razão, é imprescindível prestar mais atenção em cada detalhe do dia a dia das crianças, principalmente se o seu filho (a) ou seu aluno (a) costuma ter agitação e dificuldade de aprendizagem.

deficit-atencao

Sintomas do TDHA

Os sintomas do transtorno são muito ligados à falta de atenção, a criança não tem concentração para nada. Realmente vive no chamado “mundo da lua”, distrai-se com quaisquer tipos de barulhos ou imagens, pode ser com um lápis caindo ao chão na sala de aula ou com uma mosca em casa.

Além disso, não consegue terminar deveres de casa, tem facilidade para perder muitos objetos, brinquedos, materiais escolares, entre outros. Tem problema para absorver completamente frases curtas e não consegue ficar parada, levanta-se o tempo inteiro em qualquer lugar.

deficit_atencao

Tratamento

Caso você tenha ou conviva com uma criança que apresente esses sintomas no comportamento infantil, vale a pena procurar um especialista. Quem pode diagnosticar o TDAH são psicólogos, médicos psiquiatras ou neurologistas com experiência e prática no assunto, claro.

As formas de tratamento são variadas e somente o profissional capacitado poderá dizer qual a melhor opção. Geralmente, o problema é tratado com medicamentos, como por exemplo, a Ritalina (estimulante do sistema nervoso central) ou com outros remédios. Também pode ser indicado sessões de terapia acompanhadas por psicólogos e tratamento com fonoaudiólogos, quando a criança tem dificuldades de leitura ou da fala. O esporte também pode ser indicado, por ensinar disciplina, as artes marciais podem ser boas.

O TDAH não tem cura, mas todas essas medidas citadas são essenciais para controlar a doença e melhorar o comportamento infantil. Com o diagnóstico da doença e sabendo como lidar, é muito mais fácil para os pais ajudarem as crianças em casa e para os educadores saberem qual a melhor metodologia a fim de fazer os pequenos aprenderem e se desenvolverem normalmente.

Quando não tratada, a síndrome pode casar problemas e danos para o resto da vida, fazendo com que a pessoa cresça com perda da autoestima, falta de motivação, tristeza e episódios de depressão, tudo isso pode desencadear adultos com muita insegurança e totalmente antissociais.

Por isso, não deixe de prestar muita atenção em tudo no comportamento infantil de crianças com agitação, falta de atenção e com dificuldade de aprender. Quanto antes o TDAH for diagnosticado, melhor é para a saúde da criança.

Veja também:

Deixe seu comentário

comments

Deixe um comentário