Listas

A experiência de ser mãe

mae-carinho-filho

Ser mãe é algo que somente quem já passou pela experiência é capaz de explicar. Tudo começa com a notícia de que se está grávida e o sentimento que toma conta deste momento, nunca mais terá fim.

Dizer que o que se sente por esta pessoa ainda tão dependente de você, é um amor incondicional é algo que já foi dito milhares de centenas de vezes, mas mesmo assim é o mais próximo de explicar o tipo de sentimento que uma mãe sente pelo seu filho.

É claro que muitas mães passam por momentos difíceis, incluindo a depressão pós-parto e toda a insegurança que gira desta experiência. Mas não importa qual sua idade, sua profissão ou cultura na qual está inserida, tornar-se mãe é uma mudança avassaladora que transformará sua vida por completo.

Para ajudar você a entender o que se passa neste momento, e até para dar uma luz para quem está se planejando para se tornar mãe, separamos aqui alguns dos sentimentos comuns que a maioria das mães passa.

1. É normal sentir medo

Não se sinta culpada por sentir medo da maternidade. Mulheres que nunca foram mães podem sim ficar inseguras com este novo acontecimento. Procure procurar apoio na sua mãe, avó, amigas que já passaram por isso e claro, também no parceiro.

2. Todas as mães se preocupam

É claro que um bebê precisa muito de sua mãe. Mas não se preocupe tanto com o que está por vir e se está fazendo tudo perfeito. O importante é cercar-se de informações, pessoas amorosas e fazer sempre o melhor que você pode. Assim, com certeza tudo dará certo.

3. As mães amam mais que ninguém

O amor pelo seu filho provavelmente irá superar tudo que você já sentiu. Curta este momento ao máximo e deixe que este sentimento transborde também para todos que vivem perto de você.

amor-de-maeNão há nada que supere o amor de mãe!

4. Mães também erram

Deixe de lado a imagem da mãe perfeita. Ela não existe. Seja a mãe que você desejaria ter, com doçura, amor, disciplina e cuidados. Evite se comparar com outras mães ou levar em consideração tudo que outras pessoas dizem para você.

5. Continue sendo quem você é

Por mais que seu filho se torne a parte mais importante da sua vida, não se sinta mal por ainda adorar o seu trabalho, seu marido, sair com as amigas e ter um tempo só para você. Todas estas coisas são importantes e fazem parte do que você é.

6. As mães não são iguais

Cada mulher vive a maternidade a seu jeito, por isso, não tente se espelhar nas imagens construídas há anos a respeito da maternidade e de tudo que você deveria sentir. O importante é viver cada momento em sua plenitude e estar disposta a buscar a sua própria felicidade e também de seus filhos.

maes-unicasCada mãe com seu jeitinho sempre especial.

Ser mãe é estar sempre presente, com amor e carinho, é buscar compreender os pensamentos dos filhos e aceitar que eles possam ser diferentes de você. Não tenha medo de procurar ajuda sempre que precisar e viva de forma plena.

Você também vai gostar de:

Deixe seu comentário

comments

Deixe um comentário